Brasil cai no ranking mundial de cruzeiros

By in
0 0 0 Sem Comentários

cruzeiro1

Não é só no ranking da FIFA o Brasil está em queda livre. O país perdeu duas posições no ranking mundial de cruzeiros marítimos, indo da quinta para a sétima colocação. Os dados são da Cruise Lines International Association (CLIA).

De acordo com a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos, a queda está ligada aos custos da atividade no Brasil, principalmente dos impostos, que acabam dificultando a vinda de novos navios para o nosso litoral. Já alertamos aqui no Cabine de Navio que a temporada 2013/2014 de cruzeiros terá dois navios a menos que na temporada anterior.

“O Brasil já ocupou a quinta colocação neste ranking, mas, por causa dos altos custos da atividade no Brasil, principalmente tributários, que tem deixado o país menos competitivo, estamos perdendo posições para outras regiões, como a Australásia”, conta Ricardo Amaral, presidente da CLIA Abremar Brasil (Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos).

A região da Australásia, que engloba a Austrália, a Nova Zelândia e a Indonésia, tem o verão na mesma época que o Brasil, e teve um crescimento de 155% na última temporada de cruzeiros. A Argentina, que concentra seus cruzeiros no porto de Buenos Aires, também viu um crescimento de 27% na temporada 2012/2013.

Veja abaixo o número de passageiros transportados por país segundo o último levantamento da CLIA:

1° – Estados Unidos – 10,44 milhões
2° – Inglaterra – 1,7 milhão
3° – Alemanha – 1,38 milhão
4° – Itália – 923 mil
5° – Canadá – 763 mil
6° – Espanha – 703 mil
7° – Brasil – 694 mil
8° – Austrália – 623 mil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *